2006/06/03

To live is to suffer

To love is to suffer
Sonja
: Natasha, to love is to suffer. To avoid suffering, one must not love. But, then one suffers from not loving. Therefore, to love is to suffer, not to love is to suffer, to suffer is to suffer. To be happy is to love, to be happy, then, is to suffer, but suffering makes one unhappy, therefore, to be unhappy one must love, or love to suffer, or suffer from too much happiness, I hope you're getting this down.

Woody Allen, Love and Death, (1975)

E nunca ninguém há-de não sofrer enquanto vivo, porque viver é sofrer. Ou será que é amar? Às vezes, gostava de ser a minha gata.

Sonja: Natasha, amar é sofrer. Para evitar sofrer, não se pode amar. Mas, então, sofre-se por não se amar. Portanto, amar é sofrer, não amar é sofrer, sofrer é sofrer. Ser feliz é amar, ser feliz, então, é sofrer, mas sofrer torna-nos infelizes, portanto, para ser infeliz é preciso amar, ou amar para sofrer, ou sofrer de demasiada felicidade, espero que estejas a tomar nota disto.

1 comentário:

Cacau disse...

:)

Amar, viver, amar, Viver...infelizmente ou felizmente a dor estará lá sempre, esperemos que por pouco tempo e que seja mt fácil de esquecer :)

Bom resto de noite!

Beijo