2006/05/26

Lullaby

Passo todos os dias só para ouvir aquilo. É a última do dia, antes de pegar em mim e levar-me para a cama. Nothing is as beautiful as when she believes... E vou para a cama a querer acreditar. Nos sonhos que sonho e naqueles que vivo, no maior de todos que anda aqui a fervilhar, à espera de uma chama que dê vida ao rastilho. Ao rastilho certo, porque de vez em quando lá vou acendendo um dos curtos, daqueles de feira, sonoros, por vezes bonitos, mas efémeros. Quero que, quando finalmente explodir, seja lembrado para sempre e que se volte a repetir o efeito, uma vez e outra. I believe, I do, e entretanto, vou-me fazendo lembrar com esta canção de embalar.

1 comentário:

BlahBlahBlah disse...

Simpática surpresa. Thanks :)